Adolfo Muzzi

Nome verdadeiro: Muzzi, Adolfo
Violinista y compositor
(19 maio 1897 - n/d)
Local de nascimento:
Roma Italia
Por
Todotango.com

asceu em Roma (Itália), no final do século dezenove. Nos inícios como violinista apresentava-se no Café La Marina, de Suárez e Necochea, no bairro de La Boca.

Nesse local, certa noite, foi ouvido por Bachicha Deambroggio que gostou do que fazia, tanto assim que o recomendou a Roberto Firpo, que o contratou e junto a quem permaneceu por mais de cinco anos, desde 1919 a 1926, compartilhando o grupo das cordas com Elvino Vardaro, Cayetano Puglisi, Octavio Scaglione, entre outros exímios violinistas.

Depois fez parte do Trio Victor junto com Ciriaco Ortiz (bandônio) e Eduardo Pereyra «El Chón» (piano).

Desde 1926, e por muitos anos, quase por vinte, participou da orquestra de Osvaldo Fresedo, com a qual viajou a Europa.

Em 1928, fez um breve passo pelo sexteto Carlos Di Sarli, com o qual gravou para a companhia Victor. Também, acompanhou à cantora Helena Valdez e participou de muitas gravações de quase todas as orquestras, até os anos quarenta.

Como compositor destaca-se o tango “Pilchas viejas”.